Armando Vara recebe reforma de 8.551 euros por mês

0
Ex-ministro e ex-administrador da CGD e do BCP, que esteve preso no âmbito do processo “Face Oculta”, acumula a subvenção mensal vitalícia - relativa ao exercício de funções políticas -, para a qual não fez descontos, com a pensão de velhice.

No acórdão do Tribunal da Relação de Lisboa, de 25 de janeiro último, que manteve a pena de prisão aplicada a Armando Vara, por crimes de branqueamento, no âmbito do processo extraído da “Operação Marquês”, é revelado o valor das pensões que recebe atualmente o ex-ministro e ex-administrador da CGD e do BCP.

“A nível económico, o arguido aufere uma subvenção mensal vitalícia, decorrente dos anos em que foi deputado na Assembleia da República e em que exerceu funções governativas, no valor mensal de 4590,45 euros; a este montante acresce a pensão de velhice, desde fevereiro de 2020, num montante mensal de 3961,03 euros”, lê-se no acórdão, de acordo com a notícia publicada pelo Correio da Manhã na sua edição deste sábado, 19 de março.

Somadas a subvenção vitalícia, para a qual não fez descontos, e a pensão de velhice, para a qual fez contribuições com base no salário, a reforma mensal de Armando Vara, que esteve preso no âmbito do processo “Face Oculta”, ascende a 8.551 euros.

Fonte: Jornal de Negócios.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

one + thirteen =